30 de jun de 2011

Bife de chorizo com pimenta rosa

Esses dias bateu uma saudades de Mendoza.....

Daí bateu um pensamento gordinho de comer um bom e suculento bife de chorizo! Inspirados, fizemos um almoço à quatro mãos.

Fácil, rápido e gostoso: pegue o seu bifão e tempere na hora que for fazer, com sal e pimenta-do-reino moída na hora. Aqueça uma frigideria grossa e coloque um pouco de manteiga e um pouquinho de azeite (só para não queimar). Coloque os bifes e deixe uns 3 ou 4 minutos de cada lado (eles ficam rosadinhos por dentro, e torradinhos por fora....huuummm). Reserve os bifes, retire a frigideira do fogo e adicione um pouco de conhaque. Volte a frigideira ao fogo e coloque um pouco de pimenta rosa (se quiser coloque um pouco mais de manteiga, eu não coloquei, só fiz com o caldinho que ficou da carne). Como o processo foi muito rápido, eu não voltei os bifes para a frigideira, apenas joguei o molhinho em cima deles, mas se for fazer em grande quantidade, eu acho legal voltar os bifes para dar uma aquecida.

Tudo pronto! Servi com batatas assadas com sal, pimenta, alecrim e tomilho (usei secos), alhos assados e uma saladinha.

29 de jun de 2011

Suflê cremoso à moda antiga

Esse fim de semana que passou, recebemos uns amigos queridos aqui em casa. O Ti foi o mestre cuca da vez (ele está curtindo bastante a cozinha ultimamente :).
E como ele ficou responsável pela janta/lanche, eu fiquei com o preparo da sobremesa.
Resolvi fazer alguma coisa com chocolate (que eu sabia que todos gostavam), recorri ao meu livro "mara": "Le Cordon Bleu - Petit Larousse do Chocolate". Não tinha como não dar certo né!?
O preparo antecipado das coisas foi ao som de Queen! Adoro!!
Digo antecipado pois eu deixei tudo já prontinho (fiz a mice en place..rsrs), mas deixei para preparar o suflê na hora - é rapidão! :)
Eu particularmente amei esse suflê! Além de fácil, é rápido de preparar. Ele não tem bem uma consistência de suflê tradicional, é uma consistência mais cremosa - bem gostosa! Eu diria até que, se eu estivesse na fantástica fábrica de chocolate, com certeza eu me perderia nesse suflê e ia ser levada pelos umpa-lumpas....rsrs

Vamos ao nosso suflê cremoso:
Ingredientes
(para 4 pessoas)
100g de chocolate amargo (usei meio amargo)
60g de manteiga (sem sal e em temperatura ambiente)
30g de cacau em pó, sem açúcar, peneirado
2 gemas
3 claras
50g de açúcar
Açúcar de confeiteiro

Preparo:
1. Preaqueça o forno a 200 graus. Unte 4 ramequins com manteiga e salpique açúcar (usei açúcar cristal)

2. Pique o chocolate e derreta-o em banho-maria (derreti no microondas). Acrescente a manteiga, misture e depois incorpore o cacau peneirado. Retire do banho-maria, deixe amornar e junte as gemas (eu peneirei as gemas). Reserve.

3. Bata as claras até que estejam levemente espumosas. Acrescente aos poucos um terço do açúcar, continuando a bater até que as claras se tornem lisas e brilhantes. Junte delicadamente o restante do açúcar e bata até que as claras fiquem bem firmes.

4. Incorpore as claras em neve à mistura de chocolate em três adições.

5. Distribua a massa nos ramequins e leve para assar ** As formas recomendadas no livro eram mais rasas (de 14 cm de diâmetro) e o tempo de preparo recomendado é de 7 a 8 minutos. No meu caso, meus ramequins eram mais profundo e tinham uns 8 cm de diâmetro. Para mim, demorou uns 20 minutos.

6. Assim que saírem do forno, salpique açúcar de confeiteiro sobre os suflês e sirva imediatamente.

Eu aproveitei a inspiração e fiz uma coulis de frutas vermelhas: peguei um pouco de morangos frescos, framboesas e amoras congeladas. Bati no liquidificador com um pouquinho de água, peneirei e coloquei um pouquinho de açúcar. Levei ao fogo baixo e deixei ferver um pouco (uns 10 minutinhos).
Servi o suflê com o coulis de frutas vermelhas e uma bola de sorvete de creme! :)

Beijos para todos
Fe.
*Como esse suflê é feito com chocolate meio amargo ele não é lá muuuuito doce. O Ti prefere mais docinho, mas para mim estava perfeito.

28 de jun de 2011

Pasta de grão-de-bico

Com o restante do grão-de-bico cozido que sobrou da sopa (para a sopa eu só usei metade), eu fiz uma pastinha no dia seguinte. Eu resolvi chamar de pasta de grão-de-bico, pois chamar de hommos seria um pecado da culinária certo!rs

Bom, sem medidas eu fiz: coloquei um pouco de gergelim e azeite num ponte e bati com o mixer. Logicamente o gergelim não bateu por completo.....mas blz. Juntei o grão-de-bico já cozido e sem película, coloquei mais um pouco de azeite e temperei com um pouco de sal, daí bati mais um pouco até ficar uma mistura homogênea. Depois disso servi em mini cumbuquinhas, uma com páprica e outra com limão siciliano. Eu não tinha pão sírio, então cortei pão de forma mesmo (quem não tem cão caça com gato saca!rs).
Essa pastinha acompanhada de uma cervejinha, foi o suficiente para acalmar um pouco o marido faminto enquanto o almoço era preparado. :)

Bjs Fe.

27 de jun de 2011

Mendoza

Mendoza........(suspiro).......Mendoza.....me encantei assim que cheguei!
A cidade é acolhedora, os mendocinos são super atenciosos e tudo foi maravilhoso! :)
Para começar, todas as manhãs tivemos o privilégio de tomar nossos cafés da manhã com vista para as pré-cordilheiras (foto acima). Fala sério hein! Foi bom demaaais!

A cidade é bem segura, tem gente na rua até "tardão"....o comércio também funciona até tarde. Mendoza é aconchegante, cheia de praças, casas fofas (me apaixonei pelas casas lá!hehe), e pessoas bem humoradas! Fomos bem atendidos em todos os lugares por onde passamos.

Abaixo são algumas fotos de algumas bodegas (vinícolas) que visitamos por lá. Passeios imperdíveis de se fazer!

É legal visitar diferentes vinícolas, tipo uma grande e uma pequena :)





Fomos também visitar uma fábrica de produção de azeites! Vimos o processo e fizemos degustação! Uma delícia!




Em Mendoza nós andamos muuuito, mas muuuito mesmo, a ponto das pernas sairem sozinhas sem meu corpo...rsrsrs. Mas valeu muito a pena também passear por toda cidade.


Um pouco de atenção para um turista distraído: a cidade é cheia de valas de irrigação, por todas as ruas, pois como o clima é muito seco, então cuidado para não cair...hehe. (eu não cai tá...rs). Acho que muita gente deve cair dentro dessas valas, pois tem muuita clínica de ortopedia por lá...hehehe.






O parque San Martins é lindo!! Vale tirar um dia todo para curtir o parque - Esse foi um dos dias que quase morri de caminhar...kkkk

Tem um passeio guiado com van, o motorista vai falando tudo sobre o parque. explicando cada escultura, monumento, árvores....enfim...é bem legal conhecer. Como tudo é explicado na ida do passeio, nós deixamos a van no "fim"do parque e voltamos caminhando - uma pernada e tanto.

Para quem curte acampar, tem um local dentro do parque próprio para camping, com churrasqueiras e tudo mais. É bem bacana.






Outra coisa boa dessa viagem, foi a comida! Além do lugar ser lindo, com pessoas atenciosas, tem comida boa! Tudo isso só contribui mais e mais para meu amor pela Argentina. O que nós mais gostamos foi o restaurante La Florencia (fomos lá duas vezes...).

O mercado municipal é pequeno, mas uma tentação para os amantes de salames, queijos, presuntos, azeitonas........

Enfim, conhecer Mendoza e a cordilheira foi tudo de bom!! Um lugar que com certeza eu voltarei um dia! Bom.....agora só falta falar um pouco de Santiago né!? Fica para um outro post! :)


Bjs Fe.

Sopa de grão-de-bico e alho-poró

Mais um começo de semana boa! Sem feriado, mas boa! :)
E como o tempo já está fresquinho por aqui..... e uma boa pedida para o jantar é uma sopinha. Uma refeição leve e saborosa!

Essa sopa de grão-de-bico e alho-poró, em particular, foi uma das melhores sopas que eu comi. A ponto de eu me arrepender de não ter feito mais.
Não erro.......depois eu compro as coisas e faço ela de novo! Huuummmmmm

A ideia, mais uma vez, inspirada no Jamie Oliver (e também mais uma vez, do livro "o chef sem mistérios"). Eu reduzi as quantidades e fui meio de olho, sem medidas...., mudei um pouco o modo de preparo também.....mas as medidas do Jamie são essas aqui ó:

Ingredientes
(para 6 pessoas)

340g de grão-de-bico deixado de molho a noite toda *
1 batata média descascada
5 alhos-porós de tamanho médio
1 colher de sopa de azeite
1 pedaço de manteiga
2 dentes de alho fatiados bem fininho
sal e pimenta-do-reino moída na hora
850ml de caldo de galinha ou de vegetal

* eu não deixei o grão-de-bico a noite toda de molho. Deixei de molho na água umas boas horas e depois cozinhei e tirei a película (tirar a película é a parte terapêutica do negócio ......)

Enfim....fiz assim: cozinhei o grão-de-bico e a batata (usei uma batata pequena). O Jamie diz para cozinhar juntos, mas eu fiz separado.
Em uma panela de fundo grosso, coloquei um pouco de azeite e a manteiga. Juntei o alho-poró fatiado e o alho também fatiado. Mexi bem e deixei refogando um pouco. Daí, bati a batata e metade do grão-de-bico com um pouco do caldo de frango no liquidificador. Coloquei essa mistura na panela e juntei mais caldo do frango. Juntei o restante do grão-de-bico e misturei bem. Acertei o sal e a pimenta e deixei apurar um pouco. Pronto, agora é só servir!
Reguei um pouco de azeite e salpiquei um parmesão ralado! Ficou "dilicinha" viu! ;)

Beijos Fe.

26 de jun de 2011

Cordilheira dos Andes

Demorou mas chegou! Pois é gente...só agora selecionei algumas fotos para colocar aqui no blog. Já ia fazer um mês que fui viajar......mas antes tarde do que nunca né!hehehe
Vamos começar pela Cordilheira ok! ;)


A viagem foi ótima! Chegamos em Santiago e no dia seguinte já partimos de ônibus* para Mendoza. São de 6 a 7 horas de viagem, apreciando a Cordilheira dos Andes! Assim como o Ti (que já conhecia) conversei com outras pessoas que fizeram essa viagem, e todas me disseram a mesma coisa: que foi um dos lugares mais lindos que visitaram.

Bom....agora eu faço coro: Foi sem dúvida nenhuma um dos lugares mais lindos que conheci!




O duro de mostar as fotos para vocês é que, nem as fotos da cordilheira e nem as palavras que escrevo, são suficientes para descrever à vocês a grandeza e a beleza que verdadeiramente são.
Essa cadeia de montanhas são grandiosamente lindas, de se admirar! É uma viagem que vale muuuito a pena fazer! Na ida para Mendoza, pegamos o ônibus logo pela manhã e para voltar para Santiago, pegamos um de tarde e vimos a cordilheira com o pôr do sol – magnífico!

Na volta já havia muito mais pontos com neve e vários caminhos das águas que passam pelas montanhas, bem próximos a estrada, já estávam congelados.


A estrada tem muuuitas curvas – meeesmo- então se você é daquelas pessoas que passa mal em viagem, assim como eu, recomendo um dramin...rsrs (eu só precisei na volta, na ida até que foi tranquilo)


Na parte argentina, é possível ver ao longo da estrada, muitas garrafas com água e um altar, com muuuitas garrafas também. São para "Defunta Correa".

Segundo a lenda, Maria Antonia Deolinda Correa (nos anos 40), decidiu seguir seu marido, que foi recrutado para a gerra civil. Com seu bebê nos braços, ela seguiu o batalhão do seu marido, atravessando o deserto . No caminho, seus mantimentos e água acabaram e ela morreu de sede, fome e exautão. Tempos depois, seu corpo foi encontrado, mas seu bebê ainda estava vivo por beber o leite do peito de sua mãe morta . O evento foi considerado um milagre e no local, foi feito um pequeno altar. Ainda que não seja reconhecida pela igreja católica como santa, muitos a consideram capaz de operar milagres.


Puente del Inca (segunda foto lá em cima): é uma ponte de pedra natural que foi usada pelos incas para atravessar o rio de las cuevas. Em 1917, um hotel foi construído (além da formação rochosa, tinha como atrativo, as águas termais). Entretanto o hotel foi destruído por uma avalanche em 1965. Quando o Ti foi, em 2005, ele chegou até a ponte e a entrar no hotel (que fica logo em baixo da ponte), mas hoje em dia o acesso ao público é fechado pois os sedimentos apresentam-se frágeis, cheios de erosão.


Bom gente é isso....depois eu coloco o restante da viagem ok! :)

Boa semana para todos

Beijos Fe.



* algumas pessoas perguntam para mim "mas vocês foram de ônibus????" Gente, o bacana da viagem é justamente atravessar por terra a Cordilheira!!!! A viagem é linda! Qual a graça de ir de avião? kkkkk

A passagem de ônibus em época de temporada custa (em dólar) cerca de $26, mas fora de temporada ela custa $16.

25 de jun de 2011

Faca Mezzaluna

Se você já viu uma dessa, mas estava em dúvida se comprava ou não!? Eu recomendo!

Minha avó e minha mãe possuem uma faca dessa, e eu adorava picar salsinha com ela! Chega a ser divertido sabiam?rsrsrs

Agora eu tenho minha própria faca mezzaluna! *feliiiiizzzz!!!!

Gente tudo sai tão bem picadinho e super rápido! É uma beleza! ;)


Bjs Fe.

*Ganhei essa faca da minha avó Guara. Ela comprou direto da fábrica da Tramontina, mas eu já vi para vender até em mercado!

24 de jun de 2011

Pé de moleque

Aproveitando o dia de São João, compartilho com vocês mais uma receitinha delícia!


Gente, vocês não tem noção do quão bom é esse pé de moleque! E quem fez essa delícia de amendoin foi a Leda. A Leda trabalha com o Ti e manda muuuuuito bem na cozinha!



Para fazer o pé de moleque, você vai precisar de:

• 3 xícaras de açúcar refinado
• 1 lata de leite condensado
• ½ quilo de amendoim (com as peles)
• 1 pitada de bicarbonato
• 2 colheres de sopa de água

Preparo:

Coloque numa panela bem grande o açúcar misturado com o amendoim (com pele e tudo) + a água para cozinhar em fogo médio. Mexa a mistura até que o açúcar derreta (fica meio caramelo). Quando já estiver derretido junte a mistura do leite condensado + o bicarbonato . Para isso use uma colher de pau grande porque a mistura sobe fervendo (como se fosse um brigadeiro mole efervescente) e você pode queimar as mãos. Ao misturar desligue o fogo e bata (misture com vigor) por uns 10 a 15 minutos. Despeje, então, a mistura no tabuleiro untado. Quando começar a endurecer marque os retângulos dos doces. Espere esfriar de vez e tire os retângulos.



Façam esse pé de moleque! Vocês não vão se arrepender! ;)


Outras receitas para sua festa junina:
1. Bolo de fubá cremoso mega bom! (foto acima)
2. Quentão e Vinho quente
3. Chocolate quente ; Chocolate quente 2 ;
4. Carne louca
5. Caldinho de feijão preto

Aproveitem bastante!
Beijos Fe.


PEDRO, ANTÔNIO E JOÃO


autor: Benedito Lacerda e Oswaldo Santiago



Com a filha de João

Antônio ia se casar,

mas Pedro fugiu com a noiva

na hora de ir pro altar.



A fogueira está queimando,

o balão está subindo,

Antônio estava chorando

e Pedro estava fugindo.



E no fim dessa história,

ao apagar-se a fogueira,

João consolava Antônio,

que caiu na bebedeira.

23 de jun de 2011

Kusudama

Eu já disse que adoro origami? rs
Eu me lembro que aprendi a fazer alguns origamis na época de escola. Passar bilhetinhos para as amigas no meio da aula era um clássico (quem nunca fez isso?). Muitas vezes ia num pedaço de papel rasgado, mas numa aula mais tediosa, o bilhete ia em formato de origami. :)

E os correios elegantes? (Aproveitando essa época de festa junina....) Origamis em formatos de coração choviam! Todo mundo fazia!

Bom...o tempo passou...nem por isso deixei de gostar de praticar a "arte de dobrar papel". Essa vontade volta e meia aparece. Uma florzinha para decorar um cantinho da casa, ou simplesmente para fazer bonito numa foto ao lado de alguma comidinha..... O importante é se divertir!
E sabem qual é o legal disso? Quando você se encher daquela flor no solitário, ou estrela no seu móvel, ou do seu móbile de tsuru, é só jogar no lixo e fazer outra coisa! :)

Bom, se você gostou dessa "florzitcha" (kusudama) e quer fazer uma igual, dá uma olhada aqui ó!
Se você não conseguir ver nesse site, tenta nesse aqui.

E se você quiser aprender mais um tanto de outros origamis, o site "Como fazer origami" - http://www.comofazerorigami.com.br/ dá dicas bem bacanas e ensina a fazer um montão deles!


Espero que tenham gostado!

Beijos Fe.

Salada de pepino, erva-doce e iogurte

Quer variar a salada?

Pepino + iogurte + erva-doce fresca + sal e pimenta-do-reino.

Saladinha refrescante! :)

22 de jun de 2011

Pão de cerveja

Quem não gosta de um pão saindo do forno e bem gostoso!? E o cheio que fica na casa? Aff...quase me mata!rs
Bom, me inspirei e fiz esse pão delícia do Jaime Oliver, tirei do livro "O chef sem mistérios".
Fiz meia receita e algumas adaptações....mas a receita toda e original é essa aqui:

Ingredientes
30g de fermento biológico fresco ou 21g de fermento biológico seco
30g de mel (ou açúcar)
600ml de cerveja
500g de farinha de trigo
500g de semolina
30g de sal
um pouco mais de farinha e semolina para polvilhar
(como fiz 1/2 receita, usei só farinha de trigo)

Preparo:
1. dissolva o fermento e o mel em metade da cerveja
2. em uma tigela grande coloque a farinha e o sal misture e abra um buraco no meio (se usar semolina misture também). Coloque a mistura de fermento e mel dissolvidos, no meio da farinha e mexa com a ponta dos dedos. Junte o restante da cerveja e misture bem toda a massa. (coloque mais farinha ou cerveja se precisar)
3. Passe a massa para uma superfície limpa e enfarinhada e sove por uns 5 minutos (até desgrudar das mãos).
4. faça uma bola, polvilhe farinha em cima e deixe crescer. (*nesse momento o recomendado era deixar dobrar de tamanho, trabalhar a massa mais 1 minuto e deixar crescer novamente. Eu fui preguiçosa e pulei esta etapa...rsrs. Deixei a massa crescer umas 2 horas e assei.
5. para assar: forno preaquecido a 225 graus por 20 a 25 minutos (ou até que esteja pronto)



Obs:* O pão não fica com gosto forte de cerveja, apenas um leve toque de malte.
*Meu pão ficou um tiquinho moreno - culpa na minha amiga Bruna que ficou comigo no telefone!kkk.... Mas ele não queimou tá!kkk
* Próxima vez vou testar com cerveja preta. Deve ficar ainda mais gostoso!
Bom gente é isso! Faça um pão de cerveja e belisquem ele com uma sopinha na janta de hoje! ;)
Beijos Fe.

21 de jun de 2011

Carne louca



Quando eu era criança, era comum nas festinhas de aniversário lá em casa, ter essa carne delícia com molho para servir com pão! Eu conheço como carne louca (eu sei que carne louca é aquela feita com lagarto fatiado e vinagrete - para comer fria- .....eu sei...mas pra gente, essa aqui também é chamada de carne louca).

Minhas avós faziam essa carne em festa de aniversário, festa junina ou simplesmemte quando um neto esfomeado pedia com aquela cara de vontade!rsrs E que vó não cede a uma vontade de um neto hein?


A foto de baixo é da carne da minha avó Alice que ela fez para a festa junina da família. A foto de cima é carne que eu fiz para uma festa junina com uns amigos esse fim de semana.


Bom, para fazer essa carne, não tem segredo. Fiz assim:


Cortei 1 1/2kg de coxão duro em cubos grandes. Coloquei um pouco de óleo em uma panela de pressão e dei uma fritada na carne. Depois disso, joguei 1 cebola fatiada, 4 tomates cortados em quatro (sem pele), caldo de picanha, pimenta-do-reino moída e um tiquinho de água. Deixe na pressão por uns 40 minutos.

Retirei a carne com o caldo da panela e coloquei num pote fechado. Deixei na geladeira de um dia para outro. (*gente quando você for fazer essa carne em grande quantidade pode fazer um dia antes, ela fica uma delícia no dia seguinte. Mas se você preferir, faça tudo no mesmo dia- só deixe esfriar a carne para desfiar..).

No dia seguinte, desfiei a carne - terapeuticamente. Em uma panela grande dourei mais uma cebola fatiada e juntei a carne. Eu coloquei uma pimenta dedo-de-moça sem semente e picadinha (nem deu pra sentir...mas eu preferi assim pois não sabia se todos gostavam de carne picante né...rs). Joguei molho de tomate caseiro (a quantidade de molho vai muito do gosto ok! Tem gente que gosta de mais e outras de menos molho...). Acertei o sal e ralei um pouco de noz-moscada. Misturei o molho da carne (aquele da panela de pressão) e deixei apurar um tempo até ficar um molho denso e mais escuro. Por fim, coloquei um punhado de salsinha e cebolinha picadinhas e desliguei o fogo. A carne fez sucesso! Muita gente gostou! :)


A carne louca da vó: o processo é basicamente esse. Minha vó usou acém ao invéz de coxão duro e sugere colocar um pouco de pimentão. Mas como muita gente não gosta de pimentão nem sempre ela põe.


Bom gente é isso! Agora....se você não tiver um aniversário para fazer essa carne, ou uma festa junina...faça assim mesmo e aproveite seu feriadão com um lanche mega gostoso!!! ;)

20 de jun de 2011

Bolinhos de abobrinha

No dia eu coloquei os livros abaixo para achar a receita de pimenta recheada....(detalhe..)...achei uma receita de bolinho de abobrinha! Fiquei com tal bolinho na cabeça e resolvi fazer!


Quando li a receita (várias etapas e ingredientes que eu não tinha....), olhei o tinha na geladeira e tive que me virar nos 30 e inventar uma receita diferente. Foi meio na intuição......com ingredientes simples e fáceis de ter em casa!


O resultado foram bolinhos delíciosos!!! O Ti amoooouuu!


Ele disse "como você fez?"....eu disse o que coloquei ...ele respondeu que estavam maravilhosos!Ui, ganhei o dia né! rsrs
Bolinhos de abobrinha


(rendeu 10 unidades)




1 abobrinha (usei a brasileirinha - aquela que tem bundinha...rs)


cream cheese light (tinha um pote aberto, deu cerca de 100gr)


4 a 5 colheres de sopa de pão ralado (ou farinha de rosca) -mais um pouco para empanar


um punhado de cebolinha


sal


pimenta-do-reino e noz-moscada a gosto




Ralei a abobrinha no ralador grosso, coloquei num escorredor com um pouco de sal. Deixei uns 25 minutos. Lavei bem a abobrinha e escorri. Passei a abobrinha para um pano limpo e espremi beeem. Coloquei a "massacora" de abobrinha em uma vasilha, juntei o cream cheese light, a cebolinha picadinha, noz-moscada e pimenta-do-reino. Misturei bem (prove para ver o sal, para mim não precisou).Fui juntando as colheradas de pão ralado até dar um ponto de enrolar. Fiz as bolinhas e passei direto na na farinha de pão (não precisa passar no ovo). Dei uma achatadinha nos bolinhos e fiz na frigideira quente (pincelei um tiquinho de azeite). Cerca de 3 minutos de cada lado e está pronto! Coloque os bolinhos num papel toalha e servi em seguida. Servi com ketchup.




* Gente eu usei o que tinha, mas se você tiver salsinha ou hortelã pode usar - deve ficar bem gostoso!




Beijos Fe.

19 de jun de 2011

Copinhos de chocolate com brigadeiro

De você estiver num dia tranquilo, com vontade de fazer algo para agradar quem você gosta, mas está em dúvida do que fazer.....vá de chocolate! Não tem erro!

Ganhei essas mini forminhas de silicone -foférrimas- da minha cunhadinha e fui me divertir com elas!




Fiz os copinhos de chocolate (derreti no chocolate no micro) e para o recheio, fui de brigadeiro! Mais gordo que isso não dá né!?! kkkk


Eu nem fui muito caprichosa nos copinhos.... vamos dizer que ficaram "rústicos"....kkkk.

Ainda assim, acho que deu um charme para o docinho depois da refeição!



Bom restinho de domingo para todos!

Bjs Fe.




17 de jun de 2011

Xix kebab


Comemos esse kebab na casa da minha mãe, e o Ti super adorou! Quando a vontade bateu de novo, pedi a receita para mamis e reproduzi aqui em casa. Minha mãe não me passou medidas, foi tudo no olho ok!
Xix kebab para vocês:

patinho moído
cebola bem picadinha
alho bem picadinho (não usei)
hortelã picadinha
gengibre ralado
pimenta dedo-de-moça (sem semente) picadinha
sal a gosto
curry (não usei)
azeite (não usei)
Acrescentei: pimenta do reino moída na hora e pimenta síria.

Misture tudo e deixe por 2 horas na geladeira antes de montar os palitos (eu só deixei 1 hora).
Depois que os espetos estiverem prontos, é só preparar na churrasqueira ou no nosso caso, no grill! * Se ainda assim você não tiver nenhuma dessas opções faça na frigideira mesmo! Mas não deixe de fazer pois é muito bom! ;)

Servi os kebabs com salada de folhas baby (viciei nas babys gente! tudo culpa da Stef!rsrs), com uvas e abacaxi. E além da salada, fiz uns aspargos grelhados (temperados apenas com um pouco de sal, pimenta e azeite) !
Ah....coloquei um pouco da geléia de pimenta para comer com a carne! Ficou tipo "uau"! :)

Observações:
1. o gengibre e a hoterlã devem ser usados com moderação pois possuem sabores fortes, ok!
2. a receita original é feita com carne de carneiro.

Tenham todos um ótimo fim de semana!!!
Bjs Fe.

“Há muita maldade no mundo. Há muitas pessoas que não podem ver os outros felizes e tentam estragar essa felicidade colocando obstáculos, gerando dificuldades. É puro ciúme. Por isso, não dependa dos outros para ser feliz o tempo todo. Seja forte o suficiente para enfrentar todas as situações e, ao mesmo tempo, agir de uma maneira que desperte os bons sentimentos dos outros. Para isso, dê bons votos sempre, a todos e onde quer que você vá.” (Brahma Kumaris)

15 de jun de 2011

Picles de cebola (vegana)


Eu devo confessar que fiquei muito orgulhosa de mim mesma, por fazer essa conserva! Eu amo praticamente todos os tipos de picles, e fazer esse caseiro foi bem bacana!

Essa conserva eu já fiz faz um tempão...mas só agora estou atualizando as receitas aqui no Mamão ok! :) Comprei um pacote de cebolinhas em uma das minhas idas ao Ceasa, e assim que cheguei em casa, já me prontifiquei a preparar a conserva!


A receita é do meu livro "Técnicas de Cozinha Profissional" do Senac, pela Mariana Sebess.


Receita básica:
500g de cebolinhas baby
200g de sal grosso
300ml de vinagre de álcool (usei vinagre de maçã)
5g de sal grosso
5g de açúcar
2g de cravo da índia
5g de pimenta –do- reino em grãos
5g de pimenta-da-jamaica em grãos (não usei)
Água o quanto baste

Preparo:
1. Coloque as cebolinhas em uma tigela com água e os 200g de sal grosso. Deixe por 2 dias. Depois, escorra e descasque-as.
2. Coloque as cebolinhas em uma panela com água e leve ao fogo até ferver. Assim que ferver, escorra e repita o processo de fervura por mais 2 vezes.
3. Em uma panela pequena, misture o vinagre com o sal e as especiarias, e leve ao fogo para ferver.
4. Coloque as cebolinhas dentro de um vidro esterilizado e despeje a calda quante com especiarias por cima. Tampe e guarde em local seco e escuro (eu guardei minha conserva na geladeira). Seus picles de cebolinhas estão prontos para serem consumidos.

No meu saco de cebolinhas babys, havia umas maiorzinhas e eu achei que elas não ficaram tão gostosas como as outras. Ainda assim, a conserva ficou bem boa, tanto para comer pura ou para colocar na salada! :)


Quem quiser, tem picles de pepino AQUI (essa eu sempre faço! a.d.o.r.o.)

14 de jun de 2011

Quentão e Vinho quente da vó Alice

Mais um pouco da minha festa de família para vocês! Já estão empolgados para fazer uma festança esse "findi"? Ainda que você não tenha espaço para fazer uma fogueira deste tamanho, o importante é se divertir e entrar no clima! Eu não tinha roupa caipira, tive que me encher de blusa para suportar o frio, mas nem por isso deixei de fazer as bochechas rosadas com pintinhas! :) Bom, hoje vou passar o quentão e o vinho quente da minha avó! Como vocês sabem receita de vó é tudo sem medida né! Geralmente é um "faz assim ó", "um pouquinho disso", "um punhado daquilo" "mexe até você ver que deu ponto"(essa pra mim é a melhor de todas....kkk). De qualquer forma espero que a receita da vó sirva como um bom guia para vocês!
Quentão da vó Alice: Faça primeiro a base do quentão: coloque 1 copo de açúcar na panela e quando começar a dourar junte um pedaço de gengibre (levemente amassado), 2 paus de canela e 5 cravos. Misture bem, depois junte 1 litro de água e deixe ferver bastante. Depois junte 1 copo de suco de laranja e deixe mais um pouco. Coloque a pinga (1 litro) quando for a hora de servir. Vinho quente da vó Alice: Coloque o açúcar na panela e assim que começar a dourar, canela em pau, cravo, abacaxi picadinho (sem o miolo) e um pouco de maçã picadinha também (sem casca). Depois de tudo bem misturado coloque 1 litro de água e deixe ferver. Depois que ferver junte 2 litros de vinho. Algumas observações: Quando a vó faz as bebidas para festa, ela faz uns 6 litros de cada. O gengibre, canela e cravo vão do gosto (para quem gosta mais forte ou fraco ;). Acerte o açúcar ao seu gosto também.
É isso
Beijos Fe. :)

13 de jun de 2011

Bola de pipoca para decorar sua festa junina

Festa junina pra mim, só perde (por muito pouco) para o natal! Eu amo!
Na chácara dos meus avó sempre rola uma festa junina, e esse ano eu pude participar!! Minha vó Alice marcou a festa para o fim-de-semana da minha visita (depois quando eu me sinto toda-toda, é com razão né!?! kkk).

Festa junina é uma delícia! Comes e bebes que eu adoro, fogueira, frio, e boa companhia! Alguns comes e bebes eu passo em um outro post. Esse aqui é para mostrar a bolinha de pipoca que fiz.


Elas ficaram pequenas mas eu curti e achei que ficariam fofas! Fiz assim: peguei duas bolas de isopor que tinha em casa, daí peguei pipoca e colei no isopor com cola quente! - se tiver ajuda é melhor, tipo: uma pessoa passa a cola e outra coloca a pipoca! ;)

Para prender, você pode usar uma fita e um alfinete, é só prender na bola e amarrar onde quiser. No meu caso, eu improvisei com barbante.


Uma toalha xadrez não pode faltar né!?! Canequinas para as bebidas quentes, cumbuquinhas para o caldinho e potinhos para o arroz doce e canjica!



Além do fogão tradicional, tinha esse fogão improvisado para o panelão de milho e os panelões de bebidas! É só juntar uns blocos, grades e carvão (ou lenha) que está pronto!


Bom é isso....

Beijos Fe


ps: quando estava fazendo a segunda bola, a cola quente acabou e ela ficou faltando um pouco de pipoca na parte superior....daí foi só amarrar ela bem em cima pra dar uma disfarçada que ficou tudo certo! kkk