31 de mar de 2011

Palitos de pão de sésamo (gergelim)

Bom dia people! Quinta-feira linda não!? :) Para começar bem o dia, vou compartilhar com vocês uma receita bacanérrima! Palitos de pão com gergelim - integral! Podemos dizer que são deliciosas mini baguetes integrais de gergelim!! Booom né!! A receita é do livro fofo que ganhei da minha prima Li (beijo Li) "Entradas e acepipes". Tem receitas ótimas e com passo-a-passo ilustrado! É bem bacana mesmo! Fiz pouquíssimas adaptações na receita. Ela rende um pouco mais de 30 pãezinho - vai depender do tamanho que fizer. É bem simples, vamos lá: Ingredientes:

  • 1 1/2 xícara de farinha de trigo (mais um pouco para polvilhar)

  • 1 3/4 xícara de farinha de trigo integral (usei 1 1/2 xíc )

  • 1 saquinho de fermento biológico seco granulado (usei 2 colheres de chá cheias)

  • 2 colheres de chá de sal

  • 1/2 colher de chá de açúcar

  • cerca de 2 xícaras de chá de água morna (para mim foi um pouco menos, cerca de 1 1/2 xíc)

  • 4 colheres de azeite

  • 1 ovo ligeiramente batido

  • sementes de sésamo = gergelim, para polvilhar
Preparo:

  1. Em uma tigela, misture as farinhas, sal, açúcar e fermento. Depois de misturados, faça um burado no meio e junte o azeite e aos pouco a água. Vá agregando os ingredientes com os dedos. (vá juntando a água aos pouco, pois como eu disse eu usei menos do que a receita pedia...)

  2. Passe a massa para uma superfície enfarinhada e amasse-a por uns 10 minutos, ou até obter uma massa macia e elástica.

  3. Unte a tigela com um pouco de óleo, tranfira a massa para ela e passe um pouco de óleo na superfície da massa também. Coloque um papel filme em cima (diretamente na massa) e cubra a tigela com um pano limpo. Deixe em um local quente até dobrar de tamanho.

  4. Pré-aqueça o forno a 230 graus. Forre a assadeira com papel manteiga e unte com um pouco de óleo ou azeite (eu não fiz isso, coloquei meus palitos direto na assadeira antiaderente).

  5. Transfira a massa para uma superfície enfarinhada e amasse ligeiramente. Divida a massa ao meio, faça um cordão grosso com cada uma e divida cada cordão em pedaços menores e iguais. Pegue um pedaço e divida-o para formar os palitos (cada pedaço meu fez de 3 a 4 palitos). Mantenha os outros pedaços sub um pano limpo.

  6. Faça os palitos com cerca de 20 - 25 cm de comprimento

  7. Agora você pode fazer assim: pincelar o ovo e jogar o gergelim, ou fazer como eu: deixei o ovo batido em um recipiente, e um prato raso com gergelim. Peguei cada cordão e passei no ovo, depois no gergelim e coloquei na assadeira.

  8. Deixe crescer por uns 10 minutinhos, depois leve ao forno (que você já deixou aquecendo) por aproximadamente 10 minutos.

  9. Depois de prontos, deixe esfriar e guarde em recipientes fechados até o momento de usar.
Essas baguetinhas fizeram sucesso! Uma simples e deliciosa manteiguinha foi suficiente para agradar os paladares! Você pode servi-las antes do almoço ou jantar, ou ainda aproveitar para incrementar seu café-da-manhã ou um lanche de fim de tarde - versátil né! rsrs O livro não deu variações, mas acreditos que você pode usar sua criatividade, e no lugar do gergelim usar: parmesão ralado, sementes de papoula, sal grosso, orégano ou outra erva que goste! ;) Espero que tenham gostado! Uma boa quinta-feira para todos Beijos Fe.

30 de mar de 2011

Ketchup caseiro (vegano)

Eu disse que nesse fds nossa cozinha "bombou" né! :) Pois bem.....eu e o Ti colocamos a mão na massa e fizemos ketchup caseiro! Pense em uma pessoa feliz com o resultado final! EU! Gente...fala sério, fazer ketchup em casa é o top né!kkkk Me senti a própria Amélia!kkkk
A receita é do Jaime Oliver. Fazia teeempo que o Ti queria fazer esse ketchup! Desde que vimos no programa do Jamie. O tempo passou e a receita ficou de lado...Daí folheando nosso livro "Jaime em casa" a vontade de fazer bateu novamente! Fizemos nossas compras, cada um fez um pouquinho e voilá, um ketchup fresquinho feito em casa à 4 mãos! :)
Ingredientes (rende cerca de 500ml)

  • 1 cebola roxa grande, descascada e picada grosseiramente

  • 1/2 cabeça de funcho aparada e picada grosseiramente (não usei)

  • 1 talo de salsão (aipo) aparado e picado grosseiramente (não usei - os que achei no ceasa estavam horríveis, e o que vi no mercado custava 7 contos ...demais pra um aipo né...)

  • azeite de oliva

  • um pedaço (do tamanho de um polegar) de gengibre descascado e picado grosseiramente

  • 2 dentes de alho descascados e fatiados

  • 1/2 pimenta vermelha fresca sem sementes e picada finamente ( usei uma dedo-de-moça inteira sem sementes)

  • um punhado de manjericão fresco, folhas aparadas e talos picados

  • 1 colher de sopa de sementes de coentro ( não usei)

  • 2 cravos-da-índia

  • 1 colher de chá de pimenta-do-reino moída na hora

  • sal

  • 500gr de tomates

  • 200ml de vinagre de vinho tinto

  • 70gr de açúcar mascavo

  • acrescentei à receita um pouco de tomilho fresco


Preparo:

  1. Em uma panela grande, coloque um pouco de azeite e em seguida coloque a cebola, o alho, o gengibre, as pimentas, os talos de manjericão, os cravos e o sal. (se usar os outros vegetais e as sementes de coentro, coloque na panela tbm)

  2. Cozinhe em fogo baixo de 10 a 15 minutos (deixei menos tempo, pois tinha menos ingredientes do que a receita original....ficou uns 8 minutos). Mexa de vez enquando. Adicione os tomates e 350 ml de água gelada. Deixe ferver e cozinhe em fogo brando até que o molho reduza pela mentade.

  3. Acrescente as folhas de manjericão (e no meu caso, as folhas de tomilho tbm) e bata o molho no processador, ou mixer manual, ou no meu caso, liquidificador. Passe-o duas vezes por uma peneira ( nesse momento, meu molho estava com uma cor alaranjada, até achamos que ele não ia ficar vermelho, mas no fim de todo processo ele fica vermelhaço sim!)

  4. Coloque o molho em uma panela limpa e adicione o vinagre e o açúcar. Cozinhe em fogo brando até que o molho reduza pela metade e engrosse (consistência de ketchup). Corrija o tempero a seu gosto.

  5. Passe seu ketchup para um vidro esterilizado, com a ajuda de uma concha e um funil (também esterelizado). Guarde na geladeira.

Ele conserva até 6 meses.
O ketchup ficou bem gostoso e o sabor é bem diferente dos que compramos no mercado.
Acho que vale fazer o teste aí na sua casa e produzir seu ketchup caseiro. :)
O Jaime Oliver sugere fazer com outros tomates: verdes ou amarelos ou tomates cerejas ou ainda, tomates pelados de lata....
Uma ótima quarta-feira para todos
Beijos Fe

29 de mar de 2011

Tudo Caseiro: Massa, Molho e Almôndegas.

Esse fds que passou foi muito bom! Recebemos amigos querido aqui em casa e cozinhamos bastante. Nada muito complexo, só comida simples e com muito sabor!!! huuumm Massa, molho e almôndegas! Tudo caseiro! :) Para fazer as almôndegas delícia, eu fiz assim:



  • 600g de patinho moído

  • 150g bacon moído (O melhor é pedir para o açogueiro moer os dois juntos, mas se o rapaz não quiser - porque o bacon vai sujar a máquina e ele vai ter que limpa.....- Pois é...o cara disse isso, vê se pode!?! - passe o bacon no processador de alimentos e junte com a carne)

  • 1 cebola grande também beeem processada

  • 1 pimenta dedo-de-moça sem sementes, bem picadinha

  • 1/2 xícara de chá de pão ralado (se não tiver, use farinha de rosca

  • 3 colheres de sopa de leite

  • um punhado de cebolinha picadinha

  • sal e pimenta-do-reino à gosto.



Misture todos os ingrediente com as mãos - beeem misturado! Depois molde as almôndegas.
*tente fazer todas do mesmo tamanho
*eu fui colocando em uma assadeira untada com óleo.
Depois de prontas, cubra com um plástico filme e leve para a geladeira por aproximadamente 30 minutos. *As minhas ficaram mais tempo.
Na hora de fazer, pegue uma frigideira ( a minha é grande e grossa) coloque um pouco de óleo, aqueça e frite as almôndegas. Vá virando as almôndegas, de forma que todos os lados fiquem douradinhos.

Junte as almôndegas ao molho para que terminem o cozimento. Agora é só servir com sua massa preferida! Eu fiz talharim, mas você fazer com qualquer outra que preferir. Ah....e não esqueça do parmesão - ralado na hora né....afinal você não vai ter todo esse trabalhão para usar um queijo de saquinho né!
O molho, eu temperei com sal, pimenta e noz-moscada.
Para massa caseira é só clicar Aqui. que você acha uma à seu gosto :)
Dica: Quando for fazer seus ninhos de macarrão (os meus ficaram meio toscos, mas tudo bem...rs) coloque bastante farinha, assim a massa não gruda (vai por mim...eu já grudei muita massa..kkk)

Obs: a primeira foto foi tirada de noite e com muita pressa para comer, por isso não saiu lá essas coisas...kkkkk. As outras duas fotos, foi o Ti quem tirou - ele é meu faz tudo aqui de casa!!kkk
Obs2: Se eu fosse você fazia essas almôndegas! Elas são muito boas! ;)

Por hoje é só pessoal!
Beijos Fe.

28 de mar de 2011

Dedinhos com chocolate

Essa receita - que é pra lá de boa - eu peguei lá na Talita do delicioso blog Chocorango. Assim que vi os dedinhos com chocolate, fiquei morrendo de vontade de fazer! Super recomendo!! ;) Mas já aviso vocês: é impossível comer um só...vicia! A receita é bem simples, anota aí:

  • 3/4 de xícara de chá de açúcar

  • 2 xícaras de chá de farinha de trigo (usei um pouco menos: 1 e 3/4 xíc)

  • 1 colher de chá de fermento em pó

  • 1 pitada de sal 150g de manteiga sem sal, gelada e cortada em cubinhos (cerca de 1 e 1/2 xíc)

  • 1 ovo

  • 1 colher de chá de essência de baunilha

  • Chocolate para banhar os dedinhos: a Talita sugere chocolate ao leite e amargo, 100g de cada. Eu usei só chocolate ao leite.
Bom, depois que você já separou seus ingredientes, faça assim:

  1. Em uma tigela, misture os ingredientes seco (farinha, açúcar, fermento e sal). Depois junte os cubinho de manteiga e misture tudo com as pontas dos dedos até formar uma farofa úmida. Feito isso, misture agora o ovo e a essência de baunilha. Misture bem até formar uma massa homogênea. (Alerta da Talita: se a sua massa ficar muito mole coloque mais farinha, se ficar muito seca coloque 1 ou 2 colheres de sopa de leite. No meu caso a massa ficou bacana, não precisei de nada) Depois de pronta é só modelar a massa.

  2. Faça pequenas "cobrinhas" (eu fiz um cordão médio e cortei pedaços menores, e desses pedaços fiz as cobrinhas. Fácil :) Coloque as cobrinhas na assadeira (não é necessário untar) e asse em forno pré-aquecido a 180 graus, cerca de 20 minutos.

*Eles ficam douradinhos em baixo e brancos em cima.


*Fique atento, os meus dedinhos ficaram prontos em 17 minutos. Depois de assados, deixe seus dedinhos - no meu caso dedões, rsrs- esfriarem e passe no chocolate derretido (eu derreto no micro. Alguns segundos são suficientes). Deixe eles secarem no papel manteiga. Como o calor aqui do planalto central não tem dado trégua, eu coloquei os dedinhos com chocolate sobre o papel e levei para a geladeira. Depois de prontos passei para um pote de vidro (que também guardei na geladeira, caso contrário, ia ser "patchota" na certa...rsrs)

Como eu disse, esses dedinhos viciam! São beeem gostosos! Essa receita rende cerca de 40 unidades. Minha única observação é : na próxima vez, para ficarem ainda mais gostosos, vou banhar eles "de ladinho" no chocolate - fala sério se não vai ficar "mais mió de bão"? :) Uma boa semana para vocês Beijos Fe.

25 de mar de 2011

Purê de batata com tomilho, cream cheese e bacon

Tem dias que eu tô mais "inspirada" e resolvo fazer uma graça só para mim e pro Ti. Acho que não é preciso nenhuma data especial para arriscar uma receita nova, ou usar aqueles pratos que você guarda para quando vem visita.


Vou um pouco mais, você também não precisa de convidados ou ocasião especial para acender uma velinha no seu jantar, tomar um bom vinho e ouvir jazz. Essas coisas não precisam de data, sou da opinião de que se você está com vontade, faça! Faça e seja feliz! :)
Sobre o "prato"de hoje, bom....vocês já devem ter ido em algum envento que tinha aquelas batatinhas recheadas com cream cheese e bacon né!? Eu já vi em vários lugares, e adoro!
Como eu não tinha batatinhas, fiz uma pequena modificação e dei uma cara mais gourmet pro negócio, colocando nessas colheres degustação. :)

Fiz bem simples: Preparei um purezinho de batata com tomilho (é só fazer o purê e juntar as folhinhas de tomilho no fim). Depois fiz o bacon: coloquei os cubinhos -micro- de bacon numa frigideira e deixei eles fritarem na própria gordura, sem adição de nenhum óleo (coloque-os no papel toalha até usar).
Agora é só montar: coloque o purê na colher, depois o cream cheese - com ajuda de um bico de coifeitar, e por fim os cubinhos de bacon.

Fala se não ficou uma gracinha!?




Só para finalizar:

Para fazer alguma coisa especial, não precisa ser cara e nem extremamente requintada. Basta fazer com carinho.

Fazer o simples com uma apresentação bonita vale muito! Colocar uma mesa bem posta e ter delicadeza em alguns detalhes, mostram carinho e preocupação da sua parte com aqueles com quem você convive.


Faça alguma coisa especial para quem você ama!

Beijos Fe.

24 de mar de 2011

Camembert frito

Essa maravilha frita era para ser feita com queijo brie, mas como eu tinha uma bolinha de camembert, usei esse mesmo! :)
Eu tinha visto no blog da Stef e depois vi no programa do Olivier Anquier. Achei que era um sinal para eu comer né...kkkk...- Olha o pensamento gordo tomando conta do meu ser!!kkkk

O queijo é super simples de fazer e fica uma delícia! (também né, frito! Acho que até pedra fica boa frita..rs)

Deixe o seu queijo fora da geladeira um tempo antes de fazer - como vocês podem ver, eu não deixei tempo suficiente, lembrei: "Ai o queijo!", daí eu tirei. O miolo não derreteu como devia, mesmo assim tava muito bom! :)

Bom, daí você pega seu queijo e passa no ovo batido e depois no pão ralado (eu gosto de comprar na padaria, mas se não tiver use a farinha de rosca de com certeza você deve ter no armário). Eu fiz esse processo 2 vezes, pois queria uma casquinha beeem crocante :)

Em uma frigideira coloque um pouco de manteiga e um fio de óleo de canola, deixe aquecer e coloque o queijo. Mantenha em fogo baixo para que o queijo derreta por completo - ops.
Deixe uns minutos, vire e deixe mais uns minutos.

Servi com uma saladinha básica de alface, tomate, repolho roxo, palmito e azeitona. :)


Beijos Fe.

23 de mar de 2011

Mousse de Limão Cravo

Existem alguns alimentos que tem um sabor especial vocês não acham? Sabores que nos remetem algumas lembranças...... :)
No meu caso, o cheio e o sabor do limão cravo é um deles (o que é laranjinha dentro). Eu lembro das minhas férias de verão na casa de praia e de fins-de-semana na chácara - tudo casa dos meus queridos avós. Quanta limonada e quanto geladinho de limão....rs...uma delícia. Minha avó Guara e minha tia avó Amélia (a tia "Melhinha"), sempre faziam geladinhos quando éramos pequenos.
....nostalgia....nostalgia.....

Bom, eu não tenho um pé de limão na minha kit, nem moro perto das minhas lindas avózinhas para recorrer ao quintal delas.....então tive que contar com o quintal de amigos queridos daqui de "Brasólia" :)


Comi essa mousse em uma de nossas visitas lá na casa dos amigos e resolvi fazer em casa.
É bem simples de fazer e quebra um galho se você precisa de sobremesa rápida e está sem opção (se não tiver esse limão faça com qualquer outro)

Coloque no liquidificador: 1 lata de leite condensado; 1 lata de creme de leite sem soro; meia media do suco dos limões cravos *aquele que é laranja dentro* (deu uns 5 limões), agora é só bater bem batidinho e pronto.
** como a casca dos meus limões estava bacana, raspei um pouco e juntei na mistura e decorei, mas geralmente a casca dele não dá pra fazer isso**
Se raspar um pouco de chocolate fica mais "dilícia"ainda viu! \o/

Rende 9 porções pequenas

{Agora.... um look para a canequnha de patinhos!!!! Fofo né!Minha avó Alice mandou fazer uma caneca dessa para cada um nos netos quando éramos "poconininhos" (cada um tinha seu nome gravado). Fofo né! Nós (a pirralhada) nos acabávamos de tanto comer chocolate granulado nessas canequinhas, era uma delícia! Tô nostálgica hoje né!?! ..rs.}

Uma observação: Minha avó Guara disse que o limoeiro da casa da praia ficou anos sem dar um limãozinho sequer.....daí um belo dia ela conversando - não lembro com quem- disse que ia cortar o pé de limão. O que aconteceu? No verão seguinte o pé estava carregadíssimo....rsrs.... logicamente ela não o cortou e até hoje chega a estragar limão de tanto que dá! :)

Grande beijo para vocês
Fe.

22 de mar de 2011

Tomates secos. Eu fiz!

Eu estava com muuuuuitos tomates na minha geladeira - muito meeesmo- daí, eu resolvi fazer tomates secos!
Vi na net váárias maneiras de fazer....pegando uma idéia daqui e dali e eu fiz minha versão simplificada.
Deu muito certo o sabor, entretanto o tempo de forno é bastante e o rendimento é pouco.

Fiz assim:
Peguei meus lindos tomates, já lavados, e cortei ao meio no sentido do comprimento.
Retirei as sementes e coloquei eles na assadeira com a parte cortada virada para cima. Joguei um pouco de sal nos meus tomates e levei ao forno.
Coloquei na temperatura mínima e deixei uma colher de pau segurando a porta.
Na net você encontra o tempo de forno de 4 até 6 horas, para mim foram 8 horas.
Tem que ter paciência porque demora meeesmo..rs
Na verdade, eu acho que o meu demorou mais tempo pois fiz 3 assadeiras. Uma grande em uma grade e duas médias na outra...então a distribuição do calor já muda né.
Depois de prontos, coloquei os tomates nos vidros e cobri um com óleo de girassol e outro com azeite. (nesse momento o Ti meteu os dedinhos e roubou uns 4 tomates antes de eu colocar nos vidros..rs)


Para mim, rendeu um vidro médio, desses de azeitona (que eu nem tirei o rótulo, disfarça a preguiça...- tudo bem, assim dá um ar de caseiro né....kkk) e meio vidro desses de geléia.

Se você quiser, pode temperar seus tomates, colocando uma pimentinha na conserva, ou alho, alecrim, tomilho....eu fiz simples.

Bjs Fe. ;)

21 de mar de 2011

Cupcakes de cenoura com especiarias

Olá pessoas queridas!! :)
Como foram de fds? O meu foi ótimo!
Sábado até fui a um leilão acreditam!? O Ti já tinha ido algumas vezes, eu cheguei a ir ver algumas coisas, mas ir ao leilão mesmo foi minha primeira vez! Já posso riscar da minha lista de "coisas à fazer antes de morrer" ...kkkk...
O negócio lá é rápidão! pá-pum! Quando começou o primeiro carro, eu pisquei e já tinham batido o martelo e já estavam indo para o segundo - fiquem perdida que nem surdo em bingo saca!? -kkkk
Depois comecei a ficar mais à vontade. Logicamente que como leilão é coisa séria, eu nem me arriscava a levantar a mão pra coçar a cabeça né.....vai que o leiloeiro entende aquilo como um lance...kkkk...brincadeira.
Bom....nós pretendíamos arrematar uma moto, mas os lances foram muito rápidos e como valor passou "um pouco" do que esperávamos, não rolou....
De qualquer forma foi divertido! Dá para tirar coisas bem bacanas e com preço bons, mas tem que olhar os produtos antes viu gente, porque tem muita porcaria também.

Enfim....chega desse papo...
O que interessa aqui é comida né! E essa de hoje é bem gostosa!! :)
Já apareceu por aqui, mas dessa vez dei uma modificada.

Cupcakes de cenoura
Rende 6 unidades

Ingredientes:
1/2 xícara de chá de açúcar
1/3 de xícara de chá de óleo de canola
1 ovo grande
3/4 de xícara de chá de farinha de trigo
3/4 de xícara de chá de cenoura ralada
1 colher de chá de essência de baunilha
1 pitada de sal
1 colher de chá (cheinha)de fermento em pó
1/2 colher de café noz-moscada ralada
1/2 colher de café de gengibre em pó
1/2 colher de café de canela em pó
1/2 colher de café de cravo em pó
um punhado de amêndoas
coco ralado (assim como na outra vez, eu usei o fim de um pacote)

O modo de preparo eu já coloquei AQUI, é o mesmo.

Para cobertura, fiz ganache de chocolate ao leite e decorei com confeitos de chocolate e lâminas de amêndoas.

*Vocês perceram que eu estou numa onda de cenoura? rsrs......Juro que não é de propósito...rs

Boa semana "pro 6"
Beijos
Fe. :)

18 de mar de 2011

Brioche da Dona Santa

Olá pessoas queridas!!
Sexta-feira, para fechar a semana com chave de ouro, eu deixo um pãozinho esperto para vocês! Dá pra fazer para um lanche no fim-de-semana hein!!
Dona Santa é a avó da Camilinha, minha amiga desde os tempos de Santo André, já comentei dela aqui no blog.

Enfim....esse brioche eu provei pela primeira vez quando eu tinha 13 anos, e fui para Presidente Prudente com a Cá e a família dela. Saindo de Santo André-SP deve dar umas 6 horas de viajem (aproximadamente), fomos nós felizes e contentes pegar a estrada. Antes disso, passamos na casa da dona Santa, que carinhosamente preparou esse pão recheado (brioche) para gente ir comendo na viagem (2 adultos e 3 jovens famintos ;). Ela fez um mega pote - coisa de vó né! :)

Pé na estrada com o brioche e Legião Urbana (de Santo André até Prudente).
Bom....o pão eu viciei, comi váários. Legião é bom mas eu lembro que na volta paramos um dia antes no shopping para comprar novos cds....kkkkk. A mãe da Cá disse que não dava pra escutar Renato Russo por mais 6 horas seguidas...rsrs...

A viagem foi uma delícia, conheci Prudente (que não conhecia), comi o brioche, escutamos muita música, tive uma crise de riso na volta (às vezes eu tenho isso....kkk), e até levei um chutão na cabeça! Pois é....acho até que foi isso que causou o surto de risos - endoidei....(essa parte não foi tão delícia assim....)
Calma, eu explico: Estávamos em um aniversário, e estava sentada conversando perto de um parquinho. Bom....subtamente eu vi estrelas....um pé apareceu do nada e pá, literalmente tomei na cabeça. Eu não lembro de onde veio, se foi do gira-gira, ou do balanço.... (o último é mais provável). E lógico, depois de saberem que eu estava bem.....o pessoal caiu na gargalhada né....acontece...
Bom.....esses dias me lembrei do tal brioche e pedi pra Cá, pedir pra avó dela a receita. Ela me disse que era simple, me explicou, eu fiz e agora compartilho com vocês:

Faça uma receita de pão normal e divida em 3 partes. Daí é só abrir a massa, colocar molho de tomate (usei um caseiro que tinha aqui em casa) - pode por bastante tá. Depois do molho, coloque presunto e queijo, depois outra camada de pão, molho, presunto e queijo e por fim pão. Leve para assar em forno pré-aquecido, 200 graus, uns 25 -30 minutos.

Gente o pão é super gostoso! A borda meio torradinha é minha parte preferida! :)
Eu fui colocando o presunto intercalando um em cima do outro , mas devia ter feito 2 camadas dele...deve ficar ainda mais gostoso!

Obs 1. Antes de colocar aqui, eu mandei a foto pra Cá para saber se ficou parecido com o da vó Santa. Afinal, ela é a degustadora oficial né! Como ela aprovou, aqui está!

Obs 2. A receita de pão eu sei essa AQUI. O molho caseiro eu temperei com sal, pimenta-do-reino, pimenta calabresa e noz-moscada.

Obs 3. Usei uma forma redonda de 20cm de diâmetro.

Tenham todos um ótimo fim-de-semana
Beijos Fe.

17 de mar de 2011

Mega post de Risotos :)

Eu adoro um risotinho! :)
É um prato coringa aqui em casa!
Resolvi juntar as receitas que fui fazendo, e fazer um único post dos risotos que rolaram aqui em casa.

Então vamos lá:

O tipo de arroz para fazer o risoto: arbóreo (tem outros, mas sempre uso esse)

Quantidade de arroz - aqui em casa eu uso um pouco menos de uma xícara, uns 3/4. Mas geralmente recomenda-se 100g por pessoa.

Quantidade de caldo: depois de vários preparos, você na sua casa já começa a saber a quantidade habitual no olho né....eu uso uma leiteira, mas dá aproximadamente 500ml de caldo para 200g de arroz (na verdade dá um pouco menos de caldo.....sempre sobra um pouco)

O álcool: geralmente usa-se vinho branco seco para o preparo do risoto, mas eu já fiz com vinho tinto seco (que fica muito bom também) e cachaça (um coringa na minha cozinha).

Receita básica para 2 pessoas:
5ooml de caldo (geralmente uso caldo de legumes, caseiro ou de cubinho, mas já fiz com caldo de frango e de carne também) - o caldo deve estar quente no momento do uso, nunca frio ok!
2 colheres de sopa de manteiga
1 cebola beeem picadinha
200g de arroz arbóreo
100ml de vinho (seco)
parmesão ralado (tem vez que uso e tem vez que não - depende se tenho na minha geladeira..rs)

Preparo:
Passo 1. Em fogo médio aqueça 1 colher de manteiga e junte a cebola, mexa rapidamente até murchar. Junte o arroz e mexa até ele fritar e ficar translúcido. Nesse momento coloque o vinho e não pare de mexer. Deixe o arroz incorporar bem o vinho, até quase secar.

Passo 2. Assim que o arroz absorver o vinho, coloque uma concha (dessas de sopa) do caldo na panela e vá mexendo até quase secar e junte mais uma concha. Isso será feito durante todo o processo, até o fim do cozimento. (No meu caso, como uso a leiteira, eu vou virando um tanto de caldo por vez - não uso a concha). Esse processo de caldo-mexe-quase seca-caldo.....leva uns 15 minutos - ou um pouco mais. Faça isso até o arroz ficar al dente.

Passo 3. Com o arroz pronto, junte o parmesão e a outra colher de manteiga. Mexa bem e sirva
Obs: é nesse passo que se acrescenta a mistura do seu risoto ok!

Outra coisa importante: nunca pare de mexer o risoto. Você vai ter que ficar grudada na panela, do começo ao fim. :)

No caso aqui, vou passar algumas opções que eu fiz, amei e aprovei....rs (a maioria fiz mais de 1 ou até mais de 2 vezes...rsrs)


Opção 1- Risoto com funghi seco: Hidrate o funghi como indicado na embalagem, escorra e refogue ele na manteiga com um pouco de sal até ficar macio e saboroso. Junte ao arroz na etapa 3.
Opção 2 - Risoto de peito de peru com queijo brie (peguei a ideia lá na Flavinha): Junte o peito de peru e o brie picadinhos, ao arroz, na etapa 3.
Opção 3- Risoto de tomate cereja com parmesão e manjericão: Na etapa 3 junte os tomatinhos (cortados ao meio) e o parmesão (nesse caso, usei mais do que o habitual). Finalize o prato com folhas de manjericão fresco e chips de presunto parma.
Opção 4- Risoto de tomates secos com cream cheese: Na etapa 3, junte tomates secos picados e 2 colheres (de mãe ;) ou mais, de cream cheese.
Opção 5- Risoto de gorgonzola com pera: Na etapa 3, junte a pera e o gorgonzola picadinhos.
Opção 6- Risoto de alho-poró com queijo gruyère: Esse eu fiz diferente. Coloquei o alho-poró cortado em fatias finas (use a parte branca do alho-poró, deixe as folhas verdes para preparar um caldo de legumes ou de frango, fica ótimo!) logo no começo, junto com a cebola e o arroz. E na etapa 3 juntei o queijo gruyère.
Outros risotos AQUI.
Obs: já ia me esquencendo: é bom usar uma panela grossa e que distribua bem o calor. Essas fininhas de alumínio são indicadas para o preparo ok! Eu uso uma boa de inox ;)
!Alerta: risoto vicia!
:)
Bjs Fe

16 de mar de 2011

Tomatinho recheado com azeitona (vegana)

Fácil - Bonito - Gostoso
"Surrupiei" a ideia da Dona Stef (ô mulher de talento viu! :)
Resolvi fazer em casa para o Ti.
Sucesso garantido!

É bem simples. Anota aí:
Corte bem pouquinho o fundinho dos tomatinhos para que eles fiquem em pé. Daí é só cortar o topo, tirar as sementes e rechear com "fatias"de azeitonas (a Stef fez com verdes e pretas, eu só usei pretas). Tá pronto! Eu enfeitei com uma mini folha de manjericão. :)
A combinação da doçura do tomatinho com salgado da azeitona é incrível.

* Gente, não dá pra economizar na azeitona viu! É melhor comprar aquelas boas carnudas -que são mais caras- e se deliciar, do que pagar mais barato e comprar azeitonas ruins - que com certeza você vai passar raiva, porque só tem caroço!*

15 de mar de 2011

Sopa Cremosa de Cenoura

Comprei umas cenouras liiindas! Elas vieram até com os cabinhos e folhinhas, fofo né!
Bom.....era muita cenoura e eu não ia dar conta de acabar com elas só na saladinha...rs...
Resolvi fazer uma sopa de cenoura. Ficou uma delícia! Eu comi um pratão e o Ti comeu o resto da panela...rs

Vamos lá:
Ingredientes (serve 2 pessoas)

  • 4 cenouras
  • 1 cebola grande
  • 2 cubinho de caldo de legumes (se tiver caseiro melhor)
  • 2 colheres de sopa de creme de leite
  • gengibre em pó
  • pimenta-do-reino moída na hora
  • salsinha
  • linguiça calabresa em cubinhos (usei 1/3 da linguiça)

Fiz assim:
Limpei e descasquei as cenouras. Cortei em rodelas grandes e coloquei em uma panela com água para cozinhar junto com a cebola cortada grosseiramente. Assim que macias, bati tudo no liquidificador. Voltei para a panela e coloquei os cubos de caldo de legumes. Coloquei mais um pouquinho de água nesse momento (bem pouco). Moí um pouco de pimenta-do-reino e coloquei um pouco de gengibre em pó.
Enquanto isso, em uma frigideira antiaderente, coloquei os cubinhos de calabresa e deixei em fogo baixo (sem óleo, ela frita na própria gordura). Retirei e coloquei sobre o papel toalha.
Voltei para minha sopitcha e coloquei a salsinha e finalizei com o creme de leite. Desliguei o fogo, mexi bem e servi.

Você pode colocar a calabresa por cima como eu fiz (pra ficar "biito" na foto) , ou pode incorporar na sopa logo no fim do preparo.
A sopa ficou muito cremosa e saborosa! Recomendo!

Para fazer um charminho, fiz flores de origami * eu tenho uns 5 minutos e invento coisas para fazer! Estava com revista velha aqui em casa e fiz vááárias florezinhas - não estão perfeitas, mas supriu a vontade...kkk*
Se você gostou dessa flor e também quer inventar de fazer origami enquanto assinte sua série preferia (a minha no momento está sendo Criminal Minds...adooooro) é só clicar AQUI.

Beijos
Fe.

14 de mar de 2011

Batata na churrasqueira

Quem disse que churrasco só tem que ter carne?
Faz o teste no seu próximo "xurras" : batatas na churrasqueira ;)
Embrulhe a batata no papel alumínio, coloque no espeto e deixe na churrasqueira. Só.
Coloque a batata logo no início do churrasco pois ela demora ok! Na hora de servir, é só abrir e colocar um pouco de sal, ou manteiga, ou um bacon..huummm

Dá pra fazer essa batata direto na brasa também (no lugar de colocar no espeto) ;)
Para seu churrasco ficar mais completo, você também pode fazer os Pacotinhos de Vegetais. Tudo de bom! :)
Tenham todos uma boa semana
Beijos Fe.

13 de mar de 2011

Vinho de Sobremesa


Aqui em casa até gostamos de um vinho licoroso ou qualquer outro licor depois de uma refeição, junto ou não com a sobremesa (não é todo dia tá gente!!....).
Mas daí harmonizar um vinho que "case" bem com o doce, isso eu realmente não fiz ainda. Por falta de hábito e também por falta de conhecimento sobre esse tipo de hamonização.
Entretanto, quando entrei hoje no Casa e Comida, vi um texto bem bacana abordando o assunto, dando inclusive dicas de sobremesas e os vinhos para acompanhar a mesma. ;)
Se você também se interessa pelo assunto e quer saber um pouco mais, é só clicar AQUI e ler a reportagem completa.
* a foto eu tirei lá do texto*

11 de mar de 2011

Algumas dicas sobre pimentas

Nesse post picaaante, eu vou passar algumas dicas sobre pimentas!

Quem passa por aqui já sabe que eu e o Ti curtimos uma pimentinha. O Ti já fez várias conservas e molhos. Já testamos diversas madeiras, várias técnicas.....

Realmente, existe muitos jeitos de se fazer, acho que cada um se adapta à um jeito. Entretanto algumas dicas sempre são válidas não é mesmo! ;)



Vamos lá:



1. É importante que o manuseio sempre seja feito com luvas! Afinal, você não vai mexer com 1 pimenta, mas sim, várias. Eu sempre tenho luvas descartáveis aqui em casa. Quando compro para clínica, já compro uma caixa para deixar em casa. Mas você pode comprar pares separadamente em uma farmácia, é baratinho.


2. Outra coisa importante: Qualquer que seja sua conserva (com óleo/azeite, ou vinagre) é importante limpar bem as pimentas, lavando-as e retirar os cabinhos. (Pode parecer besta esse tipo de recomendação, mas acreditem, eu já vi e ouvi muita coisa por aí.....)



3. Em conservas feitas no óleo/azeite, é importante que você faça um furinho em cada uma das pimentas (terapêutico, eu sei). Isso é necessário, pois se você não fizer, corre o risco da sua pimenta apodrecer por dentro! ;) Use a ponta de uma faca para fazer seu furinho!



4. Óleo ou Azeite?
Depende, vai do gosto! O Ti insiste em fazer as conservas com azeite. Eu acho que óleo de canola é melhor. O sabor que vai predominar será definitamente o da pimenta, se você faz com óleo a "competição" de sabores será menor, além de sair mais barato né. Mas o azeite de oliva é uma boa opção também.
Qualquer pimenta feita em óleo/azeite, ficará fortíssima!


5. No vinagre: Fazer conservas com vinagre, resulta em deliciosas pimentas suaves!! Adoramos usar pimenta de cheiro em muitos pratos, e até comer pura! Nesse caso, para ela ficar realmente suave, o Ti corta o fundinho dela (assim ela entra em contato dentro e fora). Os temperos são variados, vai do gosto de cada um. Gostamos de usar cravo; louro; mostarda em grão; alecrim.....se não tiver, não tem problema. Além disso, não se esqueça de temperar com sal e uma pitada de açúcar.


6. Validade: As conservas feitas no vinagre, acabam rápido aqui em casa....rs....mas elas podem durar até um ano! Eu guardo na geladeira. As feitas no óleo/azeite; duram uns 2 anos ou mais, e devem ser armazenadas em local escuro.


Todas as conservas são armazenadas em potes de vidro com tampa, logicamente esterelizados. ;)


O uso no dia-a-dia, é variado. As pimentas em conserva de óleo/azeite ficam bem fortes, então uma gotinha desse óleo é o suficiente para "esquentar" o prato. As pimentas de cheiro, como são suaves, já usei no arroz, carnes, até em saladas.

As pimentas que uso sem estarem em conserva, como a dedo-de-moça, eu retiro as sementes. Dessa forma você aproveita mais o sabor da pimenta e nem tanto a ardencia forte dela.


Esses são alguns "macetes"que fomos aprendendo pesquisando e praticando no dia-a-dia. Se alguém tiver algo para acrescentar, ou uma experiência para compartilhar, pode deixar um recado ou enviar um e-mail para emamaocomacucar@gmail.com . Sugestões são sempre bem vidas! :)


Temos uma conserva de pimenta de cheiro AQUI.
As outras eu coloco depois tá! ;)



Tenham todos um ótimo fim-de-semana

Beijos Fe.


ps: tirei essa foto semana passada da janela do meu "apê", tinha acabado de chover. Lindo né! :)

10 de mar de 2011

Grissini - Palitos salgados de orégano

Grissini é uma ótima opção para servir de aperitivo, com certeza vai fazer sucesso aí na sua casa. Mesmo que você não pretenda receber ninguém, eu aconselho fazer para comer como "salgadinho" - foi o que o Ti fez logo que os palitinhos esfriaram, abriu o pote e devorou vários! rsrs

Adaptei a receita da Chef Rita Lobo (Panelinha) - olha ela aqui de novo né.....que eu posso fazer se ela é ótima! :)

Bom, vamos lá:

Ingredientes
(serve 8-10 pessoas)


2 1/4 de xícara (chá) de farinha de trigo
100g de manteiga
1/2 xícara (chá) de leite
1/2 colher (chá) de sal
1 colher (sopa) de fermento em pó
orégano desidratado

Modo de preparo:

1.Em uma tigela, misture com as mãos a farinha, a manteiga, o leite, o sal e o fermento. Passe a massa para uma superfície limpa e enfarinhada e sove-a ligeiramente até que fique lisa. Coloque a massa em um saco (desses próprio para alimentos), ou embrulhe em um plástico filme e leve para geladeira por no mínimo 30 minutos.

2.Preaqueca o forno (180 graus). Unte e enfarinhe duas assadeiras grandes.

3.Numa superfície enfarinhada, abra a massa (um retângulo de uns 20 cm de comprimento). Salpique o orégano sobre a massa e passe o rolo novamente para prensá-los. Corte tiras finas de 0,5cm (suas tiras terão 20X0,5cm) - usei um cortador de pizza, mas você pode usar uma faquinha. * logicamente que umas tiras saíram menores né.....mas isso é um pequeno detalhe - o importante é não misturar palitos grandes e pequenos na mesma assadeira pois eles assarão em tempos diferentes certo!!*

4.Torça cada tirinha, até ficar no formato de parafuso. * eu testei de dois jeitos: o primeiro foi enrolar a tirinha como descrito; o outro jeito, foi dobrar a tira ao meio e enrolar as duas partes da massa. Desse último jeito, os palitinhos ficam menores e mais grossinhos. Os dois jeitos são bacanas. ;) *

5.Coloque as tirinhas, já torcidas, na assadeira e leve para assar por uns 15 minutos ou até que os palitos fiquem dourados. Depois de esfriarem, coloque os palitos em um pote com tampa. *A Rita (olha que íntima....kkkk) fez com sementes de erva-doce, é uma boa opção também né!*

Mudando de assunto: comprei umas flores para enfeitar a casa, e no lugar co meu vasinho de vidro, usei uma das minhas artes ;)



Esse era um vidro de azeite, que depois de limpo, decorei com sisal. (é só usar cola branca e ir enrolando ;) Já fiz AQUI.
Fala se não ficou uma gracinha hein!! :)
Beijos Fe.

9 de mar de 2011

Antepasto Italiano

Antepasto italiano quebra galho e super bom!! :)
Geralmente faço um antepasto de berinjela, cebola e passas (aproveito as receitas que uso a berinjela e como sobra um pouco, eu aproveito. ;)
Mas esse antepasto é mais completinho viu! Peguei a receita no livrinho da Ajinomoto (você consegue gratuitamente no site deles), fiz algumas adapatações e voilá!

Fiz assim:
Ingredientes:
4 dentes de alho amassados
1 cebola média cortada em tiras
1 berinjela média
1 abobrinha média
1 pimentão vermelho pequeno, sem pele e sem sementes, em tiras
1 colher de sobremesa de orégano desidratado
3/4 de azeite de oliva
sal e pimenta a gosto

Descasque a berinjela, corte em tiras e coloque um pouco de sal (deixe na peneira uns 15 minutos). Lave e escorra.
Retire o miolo da abobrinha, corte em tiras e reserve.
Tire a pele do pimentão (Veja aqui) , retire as sementes e corte em tirinhas.
Coloque metade do azeite em uma panela e coloque todos os outros ingredientes. Cozinhe por aproximadamente 7 minutos, mexa de vez enquando (deixei semi tampado nos primeiros 4 minutos e depois destampei).
Coloque tudo em um pote de vidro e junte o restante do azeite. * é importante que o azeite cubra toda a conserva (independente de qual você faça), dessa forma ela dura mais e não estraga*.
Deixei na geladeira uns 3 dias "curtindo" antes de consumir. Ficou ótima!

obs: apesar de pegar a idéia do livreto, eu não usei ajinomoto - opss; que é usado no preparo. Além disso, a receita era para ser feita no microondas, mas eu preferi fazer na panela!

Outros antepastos que eu gosto muito:
obs2: acabei de perceber que não tenho aqui meu antepasto de berinjela; sem problemas, ele aparece logo logo. ;)
Bom resto de semana para todos
Beijos Fe.

8 de mar de 2011

Tirando a pele do pimentão

Olá pessoas queridas!
Muitas de vocês já sabem como tirar a pele do pimentão, maaass tem gente que não sabe. Então, para os novos aventureiros na cozinha, aí vai uma dica simples e preciosa:

  1. Pegue seu pimentão, espete um garfo e leve até a boca do fogão.
  2. Vá tostando e virando o pimentão, até ele ficar todo queimadinho.
  3. Depois de queimar a pele, enrole o pimentão no plástico filme e deixe uns minutos (eu deixo ele lá enquanto preparo outra coisa do prato a ser feito)
  4. Retire o pimentão do plástico e com a ajuda de uma faquinha retire a pele - ela solta bem facinho ;)

Beijos Fe.